3/27/2009

Mel, uma heroína de Manara

Mel, uma heroína de Manara
Está em O Perfume do Invisível, acompanhando as peripécias de um físico feio e desajeitado, autor de uma fórmula que o deixa invisível para poder se aproximar da mulher amada. Mel faz uma ponta em O Clic 2 e ganha suas próprias histórias curtas como produtora de vídeo, na série Câmera Indiscreta.

video

A arte sequencial dos quadrinhos,o uso da onomatópéia e a transposição para a animação

Veja lguns desenhos originais de Manara e compare com o resultado obtido na animação.
É interessante observar o mesmo tema tratado em duas formas de expressaõ artística ou linguagens diferentes. Manara é um quadrinista por excelência. Texto e imagem numa sequência em HQ se completam ao olhar do leitor. Neste caso o som é ausente e totalmente dispensável. A onomatopéia deve ser sempre muito bem dosada. Quando ela aparece sutil nos obriga a imaginar ruidos, o que enriquece a nossa participação na ação da história.
Não precisamos ouvir ruidos nos quadrinhos. Estes nos atrapalhariam e nos trairiam a atenção. Queremos a paz do olhar e o conforto estético que a imagem acompanhada de poucos textos (somente o nescessário) nos proporcionam.









Então,, você curtiu esta sequência, gostou?
Perfeito, não?
Há quem diga que os desenhos são convencionais, figurativos demais. Acho isso uma bobagem. Nos quadrinhos também podemos nos desligar de regras e convenções.
Cabe ao artista que criou as animações dos desenhos de Manara transportar para esta linguagem o clima, o traço, as características e a estética que o leitor dos quadrinhos já assimilou.
Som, imagem
e desenhos deverão trazer as mesmas ou outras sensações eróticas que encontramos nos quadrinhos.
Afinal, estamos falando de um trio de autores incríveis:

Diretor: Francis Nielsen
Writers: Autores: Milo Manara (comic book)
Natalie Novak (screenplay)
Natalie Novak (roteiro)

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Snap Shots

Get Free Shots from Snap.com

Arquivo do blog

Colaboradores